Num inesperado volte-face, o Recreativo do Libolo acabou por ficar de fora da Liga dos Campeões Africanos, ao perder por 0-3 na Nigéria, frente ao Sunshine Stars. A equipa angolana, que vinha fazendo uma excelente temporada até aqui, acaba por ser a grande desilusão desta segunda ronda da maior competição africana, já que todos esperavam, depois do resultado alcançado em casa, uma oportunidade de ver os libolenses a disputar a entrada na fase de grupos. Com o afastamento do Liga Muçulmana, de Moçambique, acaba-se assim a história das equipas lusófonas na Liga dos Campeões Africanos, torneio onde teremos oito equipas do norte de África e oito equipas da África negra a disputar a entrada na fase de grupos.

Os egípcios do Zamalek tiveram o seu apuramento em risco frente ao Africa Sports da Costa do Marfim. Depois de vencer 1-0, estiveram a perder por 0-2 até aos 82 minutos, quando Amr Zaki marcou o golo do apuramento. Outra das figuras da eliminatória, o Berekum Chelsea, do Gana, perdeu por 0-3 em Casablanca, frente ao Raja, resultado suficiente para se apurarem, visto que tinham ganho por 5-0 na primeira mão. O Al Ahly, de Manuel José, conseguiu uma esclarecedora vitória por 3-0 na Etiópia, com dois golos de Fábio Junior e um de Aboutrika, confirmando assim o favoritismo na eliminatória. Vários históricos africanos estarão agora na última eliminatória antes da fase de grupos, sendo o Maghreb Fés (Marrocos) – Zamalek o jogo grande da ronda.

Interclube continua vivo na Taça CAF

O único representante lusófono ainda em prova nas Afrotaças será o Interclube, que depois de uma derrota por 0-2 no Madagáscar, bateu o TANA na marcação de grandes penalidades.

Numa eliminatória onde o Ferroviário de Maputo não mostrou condições para afastar os sudaneses do Al Ahly, registaram-se algumas surpresas. Os argelinos do ES Sétif estiveram à beira de recuperar da derrota por 0-2 na Tanzânia, frente ao Simba SC, mas um golo tardio de Okwi confirmou a surpreendente passagem dos tanzanianos à fase seguinte. Os congoleses do AC Léopards afastaram o CS Sfaxien da Tunísia, conseguindo uma vitória fora de casa por 2-0.

Na segunda eliminatória, o Interclube vai defrontar-se com os sudaneses do Alamal Atbara. A equipa do Sudão é relativamente desconhecida, mas será bom ter em conta que este país mantém quatro equipas nas Afrotaças! Com vários jogos onde o equilíbrio será nota dominantes, o encontro entre o ASEC Mimosas, da Costa do Marfim, e o CODM Meknés, de Marrocos, deverá ser aquele que chamará mais atenções.

Anúncios