happy

Esta semana começaram as férias da Páscoa e também a interrupção de competições nos dois campeonato que temos a disputar. Assim, aproveitámos para mudar os horários de treino para a parte da manhã, concentrando nesse período o nosso treino. Programamos quatro treinos com todo o foco nas questões técnicas ofensivas, potenciando o trabalho relativo ao drible e ao lançamento.

Para além de proporcionar trabalhos diferentes para os vários jogadores, era importante que as várias sessões de treino se tornassem, também, interessantes para os miúdos que, com as férias e a alteração de rotinas, estão, ao mesmo tempo, mais disponíveis em termos de agenda, mas mais “pressionados” para utilizar o tempo com as suas brincadeiras.

Talvez por isso, no final das quatro sessões, me parece tão importante sublinhar a importância dos treinos sem que exista um jogo no final da semana. Muitas vezes o jogo é fundamental na motivação e presença no treino de alguns jogadores, mas ao retirarmos a pressão da competição e da convocatória, temos a oportunidade de ver os jogadores como as pessoas que eles são.

Não sem alguma surpresa, houve um grupo alargado que teve sempre uma boa atitude no treino. Apesar de uma ou outra desconcentração – natural e, sobretudo, nos primeiros momentos das sessões – foi-lhes dada a liberdade, mas sobretudo a responsabilidade, de se assumirem dentro da preparação que ia sendo feita. E os resultados acabaram por ser muito positivos. Todos os atletas tiveram oportunidade de se testar e de projetar um mínimo de evolução nas respetivas técnicas, mas, acima de tudo, teve o condão de os reconciliar com a modalidade como um momento de prazer nas suas vidas.

E isso, em alguns momentos, é mesmo o mais importante.

Amanhã há treino.

Anúncios