Albania SuiçaEstádio a inclinar o ambiente a favor dos albaneses, que sentiam o apoio fervoroso dos seus adeptos, não deixando nunca estes de pressionar os suíços, sobretudo aqueles que têm raízes albanesas. Ainda assim, o nervosismo dos jogadores era demasiado evidente.

O golo chegou muito cedo, num erro do guarda-redes Berisha, permitindo a Schar o cabeceamento fácil para o fundo das redes. As coisas só pioraram quando o seu jogador mais experiente, Lorik Cana, viu o segundo cartão amarelo.

O trauma da primeira vez é mesmo assim. Tudo aquilo que poderia correr mal, corria, tudo aquilo que poderia dar alguma esperança, dava em nada. Sobrou o coração dos albaneses, a bater forte até ao minuto noventa, mesmo que Gashi tivesse falhado o empate certo, com Sommer a fazer a defesa da tarde.

Anúncios