Lume apagado

A Croácia vencia por 2-0 à hora de jogo, quando Modric, notoriamente desgastado, foi substituído. Tudo parecia seguir a narrativa mais favorável aos croatas, que depois de uma boa exibição no jogo inaugural, demoraram 37 minutos até quebrar a resistência checa. Não que a equipa de Petr Cech estivesse a fazer um bom trabalho, pelo … Continue reading Lume apagado

Aquele dramazinho bom

A Itália não é um amigo fácil. Para começar, sabe que os jogos têm noventa minutos e que, dentro desse tempo, o mais provável é que o seu adversário lhe abra a porta para conseguir rematar uma vez. Depois, está disposto a esperar que o erro surja, tantas vezes sem que pareça estar a fazer … Continue reading Aquele dramazinho bom

O jogo ou a vida?

Sim, o jogo é como a vida. E pelos dias andamos a mendigar uma jogada, um remate, um gesto para nos emocionarmos. Quando o encontramos, é como se nascêssemos outra vez. Quanto éramos pequenos, pensávamos que isso acontecia apenas perante os nossos olhos. Agora, mais crescidos, entendemos que há muitos que se apaixonam por essas … Continue reading O jogo ou a vida?

O passe contra a crença

Na segunda partida da Alemanha no Euro 2016 quebrou-se o feitiço e os germânicos não conseguiram chegar ao golo. No entanto, e à primeira vista, a equipa de Joachim Low manteve-se perfeitamente fiel aos seus princípios, apresentando uma equipa que procurou criar situações de perigo através da posse de bola, evoluindo no terreno com passes … Continue reading O passe contra a crença

Não se fiem em primeiras impressões

Depois de na primeira jornada ter sido a equipa que menos foi capaz de demonstrar mérito para estar neste Euro 2016, a Irlanda do Norte venceu a Ucrânia por 2-0 e tentará dar luta para ser, pelo menos, um dos quatro melhores terceiros classificados. Numa tarde de muita chuva e granizo em Lyon - o … Continue reading Não se fiem em primeiras impressões

Um tesouro no banco

Já passava da hora quando Daniel Sturridge, vindo de trás e apanhando desprevenidos os defesas do País de Gales, rematou forte para o segundo golo inglês. Por essa hora, já se revisitavam os livros de história, prevendo uma espécie de Batalha de Bryn Glas, onde uma vitória dos galeses (aqui, empatar era ganhar) prolongaria os … Continue reading Um tesouro no banco

Contra Deschamps

Segundo jogo da França neste Euro, segundo dia em que fica muito claro que Didier Deschamps não tem mão tática para esta equipa. O técnico começou por “castigar” as suas duas estrelas que menos renderam frente à Roménia, deixando Pogba e Griezmann no banco. Poderia ter sido positivo contar com Payet no meio e a … Continue reading Contra Deschamps

Assim organizo a minha memória

Habituei-me a organizar a minha memória pelo que acontece em jogos de futebol. Toda a minha infância está referenciada por competições, jogos ou golos, coisas como antes de ter ido a Santarém ver o Torreense, a noite em que fui pela primeira vez a Alvalade, o ter acompanhado o Portugal - Inglaterra na cama, acordado, … Continue reading Assim organizo a minha memória

A satisfação dá-nos pouco

A partida entre a Roménia e a Suíça apresentava condições para ser um excelente encontro, depois do que cada equipa havia demonstrado no encontro inaugural. Mas enquanto a Suíça jogava pela vida, pensando de antemão que defrontará a França na jornada final, a Roménia foi a jogo com o pensamento estratégico de Anghel Iordanescu. O … Continue reading A satisfação dá-nos pouco

O talento a pedir organização

O segundo jogo da Rússia coloca-a como uma das grandes desilusões desta prova. Depois de um empate conseguido em cima do apito final frente à Inglaterra, a responsabilidade de assumir o jogo frente à Eslováquia redundou em mais um desastre para a equipa de Leonid Slutsky. O técnico que recuperou a seleção para chegar até … Continue reading O talento a pedir organização