O campo de observação é ainda pequeno, dois jogos, mas o facto de já ter jogado com o seu principal rival e com uma das equipas mais frágeis da Liga Ucraniana permitem entender alguns princípios que o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca está a adotar.

Na semana passada, apesar da derrota nas grandes penalidades, já me havia parecido que Paulo Fonseca tinha conseguido, em poucas semanas de trabalho, impor as suas ideias ao grupo de trabalho do Shakhtar. Os princípios do treinador foram visíveis na partida frente ao Dinamo Kiev e apenas um maior conforto da equipa adversária lhes ofereceu possibilidade de terminar empatado no final dos noventa minutos.

Ontem, frente ao Zirka Kirovograd, recém promovido ao primeiro escalão, a equipa de Paulo Fonseca teve que defrontar um conjunto muito mais remetido à defesa. Este jogo serviu, no entanto, para melhor entender aquilo que Paulo Fonseca pede aos seus jogadores, com Srna e Ismaily a serem laterais muito subidos no terreno e os quatro jogadores de maior capacidade técnica e criativa a surgirem em sobrelotação no corredor central. O toque como base da evolução e criação de desequilíbrios e a intensa pressão sobre a bola perdida ajudaram a fazer o resto.

Nota ainda para a função de Stepanenko na equipa. Na semana passada tinha sido um dos jogadores mais interventivos, a parar muitos dos ataques da equipa do Dinamo. Esta semana, num contexto bem diferente, a ser essencial para dar confiança à estrutura com os laterais muito ofensivos. O seu posicionamento como um terceiro defesa, na transição, permite uma segurança que será essencial para que os homens de Donetsk consigam impor-se frente a estas equipas mais focadas no contra-ataque.

Olhando para o Braga do ano passado e para estes primeiros sinais do Shakhtar, é evidente que Paulo Fonseca tem um plano para ser grande. Percebe-se a aprendizagem que fez na passagem pelo FC Porto e a evolução das suas ideias para aplicar em equipas de domínio. O grande desafio, ao longo da temporada que está agora a começar, é entender como esse plano se desdobrará para o contexto europeu do Shakhtar.

Anúncios