Joga-se em Inglaterra, entre 4 e 20 de maio, mais uma edição do Campeonato Europeu de Sub-17. Portugal venceu em 2016, com Espanha a ser campeão em título depois de vencer em 2017, voltando a marcar presença nesta prova.

Jogos de 80 minutos, com os melhores jogadores nascidos a 1 de janeiro de 2001 ou depois a entrar em campo, o Campeonato Europeu de Sub-17 é uma grande oportunidade para ver, em primeira mão, alguns dos grandes talentos que farão parte das seleções europeias num futuro próximo.

As dezasseis equipas dividem-se em quatro grupos, com Portugal a defrontar a Noruega, a Eslovénia e a Suécia. O grupo A, com o organizador Inglaterra, a Suíça e a Itália, e o grupo D, com Espanha, Alemanha, Holanda e Sérvia, parecem ser aqueles onde, nesta primeira fase, mais se poderá esperar.

A seleção portuguesa

Rui Bento definiu o seu grupo com base em jovens do Benfica, que somam a maioria dos convocados para este Europeu. No total são 12 atletas da formação encarnada que estarão em Portugal a defender as cores nacionais. Umaro Embaló é o nome mais conhecido deste conjunto, tendo estado envolvido numa possível transferência para o RB Leipzig que, no entanto, acabaria por não se confirmar.

Embaló perseguirá o feito de José Gomes que, no Europeu de 2016, juntou o título coletivo ao de melhor marcador da prova. Nesta distinção, já foram premiados jogadores como Jonathan Soriano, Hatem Ben Arfa, Toni Kroos, Paco Alcácer ou Bruno Gama.

Em quinze edições, Portugal marcou presença em 6, com a Inglaterra, com doze, a ser o país recordista, seguido por Espanha, Holanda e França, que depois de vencer em 2017, falha esta competição. Em Portugal, os jogos poderão ser seguidos através do site da UEFA.

Calendário dos Jogos

Guia da Competição pela UEFA

Guia da Federação Portuguesa de Futebol 

Anúncios