O #twitterchatpt é uma série de conversas no Twitter organizadas pela Joana Rita Sousa. No dia 31 de outubro, fui convidado da casa, para falar sobre futebol.

Parte do interesse do #twitterchatpt é a forma como as perguntas e respostas geram o contacto com a comunidade, lançando muitas intervenções sobre o tema. Para melhor avaliarem o efeito, convido-vos a seguir a Joana Rita e a conhecer os próximos convidados.

A conversa

Na base do #twitterchatpt estão perguntas e respostas preparadas pelo organizador e o convidado. Para quem não pôde acompanhar, foi assim.

Icebreaker: Lembras-te da primeira vez que foste a um estádio para assistir a um jogo de futebol? Também esperavas pelo intervalo para comer um gelado, como eu?

Não te sei dizer qual foi a primeira vez. Devo ter ido num carrinho de bebé ver um jogo do GD Serra da Vila. Aos seis anos já ia regularmente ver o Torreense. Nem num lado nem noutro havia gelados.

Lembro-me, sim, do primeiro jogo europeu que fui ver (era de noite). Estádio de Alvalade, Sporting – Auxerre. Tudo parecia gigantesco e mágico, com o relvado lá longe iluminado. E havia queijadas de Sintra!

P1: Para mim e para muitos adeptos, o futebol é emoção. Como conjugar isso com a análise?

Como escreveu Fernando Pessoa. “Sentir? Sinta quem lê!”. O meu trabalho passa por tentar analisar racionalmente o jogo mas transmiti-lo como entusiasmo. É um trabalho de improvisação a partir da base que é o jogo. Muito intenso e desgastante.

Sublinho, aqui, a palavra trabalho. Quando estou a trabalhar, estou a trabalhar. Se vou à bola ver um jogo em lazer, é diferente. O futebol pode ser muitas coisas. E a nossa atitude, consoante a função que temos em mãos, também muda.

P2: É possível conversar sobre futebol no twitter?

Sem dúvida. Tem partido daqui uma comunidade que está muito atenta ao que se passa pelo mundo, ao que pode ser feito, na análise e na comunicação do futebol. O twitter tem sido uma janela para encontrar mais gente interessada em fazer análise com qualidade.

P3: O futebol é um tema sensível para muitos de nós. Como manter a conversa num plano saudável? #twitterchatpt

O que é sensível é o clubismo e, sinceramente, em grande parte dos casos, clubismo não é futebol. Com uma pessoa que me diz que só vê os jogos da equipa X ou só lhe interessa a equipa X, percebo o fascínio, mas não está a falar da mesma coisa que me interessa.

A minha estratégia para a conversa se manter saudável é responder sempre a quem coloca objeções querendo conversar e silenciar quem insulta. Tem sido um caminho tranquilo, apesar de alguns episódios de enxurrada.

P4: Um relato de futebol pode ser uma espécie de live tweeting do jogo? #twitterchatpt

Sim. Creio que o twitter se aproxima da ideia de relato e comentário no momento que torna o viver de um jogo através desta rede uma experiência bastante interessante. A interação que existe nos jogos da @elevensports_pt com a comunidade comprova isso mesmo.

P5: Como se constrói comunidade à volta de um tema sobre o qual parece já tudo ter sido dito ou escrito?

O bom do futebol é que hoje acaba um jogo e amanhã começa outro. Todos os anos, acabam e começam campeonatos. As equipas mudam, os jogadores mudam, os treinadores mudam. É um mundo em constante mudança. Há sempre algo novo para ver.

A comunidade constrói-se nesta vontade de saber mais e melhor. Os últimos anos têm sido muito ricos na sobreposição de pensamentos de diversas áreas no futebol. É uma comunidade de porta aberta, interessada em quem traz essa novidade.

P6: Qual a alcance dessa comunidade? Fechamo-nos na tendência clubística ou abrimo-nos ao mundo?

Os melhores projetos criados entre adeptos de um só clube acabam por potenciar essa abertura de pensamento e discussão. Temos por cá muitos e bons exemplos de comunidade onde o que interessa é o futebol. Estarmos abertos ao mundo é uma aprendizagem constante.

Acresce a facilidade com que se estabelece contacto com gente de todo o mundo. Há aqui muitos contactos com comunidade em Espanha e no Brasil. Dentro do twitter, esses laços fazem-se mesmo estendendo fronteiras, na oportunidade que o futebol oferece.

P7: Arriscamos, para fechar, uma definição do que é o futebol?

O futebol é uma simulação da vida. Permite-nos perceber como funciona o mundo. Se formos espertos, aproveitamos e aprendemos.

Publicado por Luís Cristóvão

Comentador na Antena 1, Eleven Sports e SIC Notícias. Autor no Expresso. Analista de futebol, fala e escreve sobre desporto em vários meios de comunicação social.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: