Basquetebol FemininoSemana 4 – Estava dentro do plano que o primeiro mesociclo da época estivesse marcado por um certo caos. As jogadoras vão chegando a pouco e pouco, os níveis são diferentes, as personalidades têm tempos diferentes para se acomodarem no grupo e com os treinadores. Ao mesmo tempo, tentando reorganizar o pensamento para um conhecimento do jogo mais profundo e ajudando a equipa a estar preparada, de base, para o desafio da evolução, é algo que não acontece de forma automática.

Por isso mesmo delineamos objetivos que começam por ambicionar a ter, em treinos ou jogos, cinco minutos de concentração. Pequenos momentos em que a equipa descobre que pode fazer mais e melhores coisas, procurando os treinadores que esses intervalos sejam cada vez maiores e cada vez mais conscientes.

O exercício competitivo desta semana 4 incluiu dois jogos de preparação que visavam, sobretudo, fortalecer a importância do treino.

Um primeiro encontro contra uma equipa fisicamente muito mais evoluída, que nos criou novas dificuldades e nos obrigou a perceber determinados pormenores do modelo de jogo (ainda básico), que nos darão outra segurança na forma como atacamos e maior rendimento na forma como defendemos.

Um segundo jogo contra uma equipa que estará mais ao nosso nível, obrigando-nos a ser fortes mentalmente, para estar no jogo com vantagem, sofrendo desvantagem e sendo capaz para regressar à frente do marcador, alimentando também os níveis de confiança no trabalho feito.

Passar pelas dificuldades, vivenciá-las, ajuda-nos a entender como reagir e lidar connosco próprios, enquanto indivíduos e enquanto equipa. Assim se evolui.

Amanhã há treino!

Anúncios