Itália 1968No terceiro Euro da história, disputado em Itália, foi preciso disputar uma finalíssima para encontrar o vencedor. Os italianos já tinham conseguido o apuramento para a final graças à moeda ao ar, mas quando Dzajic marcou o golo dos jugoslavos aos 39 minutos da primeira parte da final, a sorte parecia estar a mudar. Foi preciso esperar pelo minuto 80 para que Domenghini, na marcação de um livre-direto, conseguisse o empate e enviasse a decisão para um jogo realizado dois dias depois.

Foi então a 10 de junho de 1968, de novo no Olímpico de Roma, que Itália e Jugoslávia se voltaram a encontrar. Os italianos mudaram quase meia equipa e foi Riva, uma das novidades, quem marcou o primeiro golo logo aos 11 minutos. Pouco depois da meia-hora, Anastasi marcava o segundo e os jugoslavos não mostravam forças suficientes para dar a volta ao jogo.

A Itália sagrava-se campeã europeia, em casa, pela primeira vez na sua história, trinta anos depois de ter conquistado o seu último Mundial.

Anúncios