David Villa Espanha 0810 de junho de 2008, Innsbruck, uma seleção espanhola que entrava em mais uma grande competição internacional cheia de esperanças. Não era já a fúria que melhor resumia o estado de espírito de La Roja, mas essa garra tocada pelos “anjos” Xavi, Iniesta e David Silva, com Fernando Torres vindo da sua melhor temporada de sempre e David Villa a fazer parceira na frente de ataque.

A estreia oferecia a Rússia como adversário, uma equipa que tinha tudo para ser temida. Mas bastaram apenas 20 minutos para que, da pressão espanhola, saísse David Vila cara a cara com Akinfeev para fazer o primeiro golo. Estava a festa preparada para que o pequeno jogador do Valência fosse o primeiro herói do Euro 2008.

Antes do intervalo, com assistência de Torres, Villa fez o segundo e, aos 75 minutos, dançou entre os defesas russos para atirar para o terceiro da sua contagem. Naquele dia, há oito anos atrás, David Villa apontou o caminho para que a seleção espanhola iniciasse uma das mais belas histórias do futebol mundial. Com um hattrick, frente à Rússia.

Anúncios